Início Notícias Supermercados, restaurantes e lojas: Eis os horários (e quando reabrem)

Supermercados, restaurantes e lojas: Eis os horários (e quando reabrem)

O plano de desconfinamento está estabelecido e tem quatro datas importantes para a reabertura da economia – 15 de março, 5 de abril, 19 de abril e 3 de maio. Ao longo das próximas semanas muitos negócios voltam a abrir portas e há mudanças que chegam já na próxima segunda-feira. 

Horário dos supermercados (e dos restantes estabelecimentos) alargado

O diploma do Conselho de Ministros prevê um alargamento dos horários de funcionamento dos estabelecimentos: 21h00 durante a semana; 13h00 aos fins-de-semana e feriados ou 19h00 para retalho alimentar, onde se incluem os supermercados.

Neste momento, recorde-se, os supermercados têm de encerrar às 20h00 durante a semana e às 17h00 ao sábado e domingo. Os restantes estabelecimentos fecham às 13h00 ao fim-de-semana. 

Restaurantes com esplanada reabrem a 5 de abril. Clientes no interior só a 19 de abril

A reabertura da restauração vai arrancar no dia 5 de abril, iniciando-se pelas esplanadas e com o limite máximo de quatro pessoas. António Costa detalhou que nessa data “poderão reabrir ao público as esplanadas de restaurantes, cafés e pastelarias“, mas “não podendo ter mais de quatro pessoas em conjunto”.

À agência Lusa, fonte oficial do Governo precisou que as limitações à ocupação dos espaços de restauração serão por mesa, aplicando-se no geral as regras de distanciamento que vigoraram após a reabertura da restauração no ano passado.

A próxima etapa de reabertura da restauração está marcada para 19 de abril, dia a partir do qual a restauração passa a poder voltar a ter clientes no interior, com um máximo de quatro pessoas, enquanto nas esplanadas o limite aumenta para seis pessoas, até às 22h00 ou 13h00 aos fins-de-semana e feriados. 

Restrições de horários na restauração ‘cai’ a 3 de maio

Nestas duas fases, a restauração terá ainda de funcionar com restrições de horários, o que deixará de acontecer em 3 de maio, data a partir da qual o plano do Governo prevê que o número máximo de pessoas no interior dos restaurantes e pastelarias suba para seis e o das esplanadas para 10 por mesa.

Comércio local e cabeleireiros reabrem já na segunda-feira

O comércio local de bens não essenciais e as atividades de cabeleireiro e similares vão reabrir ao público na próxima segunda-feira. No caso dos cabeleireiros, barbeiros, institutos de beleza e similares o atendimento de clientes está sujeito a marcação prévia, tal como já sucedia antes deste novo confinamento geral.

Lojas com até 200 m2, ginásios, feiras e mercados abrem a 5 de abril

O plano de desconfinamento dá mais um passo a 5 de abril, permitindo-se a partir dessa data a abertura de lojas até 200 metros quadrados com porta para a rua, bem como as feiras e mercados não alimentares, ainda que neste caso a decisão caiba a cada uma das autarquias.

O mesmo se passa com os ginásios, que poderão reabrir, mas ainda sem aulas de grupo.

Centros comerciais (e restantes lojas) só abrem a 19 de abril

Duas semanas depois, a 19 de abril, poderão retomar a atividade todas as lojas (ou seja, as de dimensão superior a 200 metros quadrados) bem como os centros comerciais.

Leia Também: AO MINUTO: De olhos postos na abertura; ‘Carta branca’ para sair do país