Início Mundo Bielorrússia expulsa dois outros diplomatas polacos

Bielorrússia expulsa dois outros diplomatas polacos

“Em resposta a uma resposta excessiva, assimétrica e destrutiva de Varsóvia a uma decisão legítima e justificada da Bielorrússia”, a parte bielorrussa decidiu expulsar dois diplomatas do consulado geral da Polónia em Grodno (oeste), indicou o ministério dos Negócios Estrangeiros em comunicado.

Na quarta-feira, Varsóvia tinha anunciado a expulsão de um diplomata bielorrusso em resposta a uma medida similar anunciada na véspera por Minsk face a um cônsul polaco.

A Bielorrússia declarou na terça-feira ‘persona non grata’ o cônsul polaco de Brest (sudoeste), em protesto contra a sua participação numa concentração nesta cidade em homenagem aos “soldados malditos” polacos que lutaram sucessivamente contra as ocupações alemã e soviética.

“Em reação às ações hostis e infundadas das autoridades bielorrussas, a Polónia reconhece como ‘persona non grata’ um diplomata da embaixada da Bielorrússia em Varsóvia”, indicou no Twitter o vice-ministro polaco dos Negócios Estrangeiros, Marcin Przydacz, ao justificar a decisão de quarta-feira e sem mais precisões.

Unidades de resistência formadas para combater os ocupantes alemães durante a Segunda Guerra Mundial, os “soldados malditos” polacos, envolveram-se de seguida na luta contra a ocupação soviética, atuando muitas vezes de forma violenta e perseguindo quem não possuía nacionalidade polaca, designadamente os bielorrussos.

A luta contra a presença soviética prosseguiu até à década de 1950.

Leia Também: Bielorrússia expulsa cônsul por homenagem a “soldados amaldiçoados”