Início Mundo Aprovada "primeira vacina que pode ser utilizada como dose única" na UE

Aprovada "primeira vacina que pode ser utilizada como dose única" na UE

Em comunicado, Cooke destacou que com o aval hoje dado pela EMA a mais uma vacina da covid-19, “as autoridades em toda a União Europeia (UE) terão outra opção para combater a pandemia e proteger a vida e saúde dos seus cidadãos”, salientando que “esta é a primeira vacina que pode ser utilizada como dose única”.

Segundo a EMA, os resultados de um ensaio clínico envolvendo pessoas nos Estados Unidos, África do Sul e países da América Latina descobriram que a vacina Janssen covid-19 foi eficaz na prevenção da doença em pessoas a partir dos 18 anos de idade.

Este estudo envolveu mais de 44 mil pessoas, tendo metade recebido uma única dose da vacina e a outra metade, um placebo (uma injeção falsa).

A EMA explica que esta nova vacina é composta por um vetor viral, baseado em adenovírus que foi modificado, de forma a conter o gene responsável pela produção da proteína ‘spike’, uma proteína do vírus SARSCoV-2, necessária para entrar nas células do corpo.

O sistema imunitário da pessoa reconhecerá a proteína ‘spike’ como estranha e produzirá anticorpos e ativará as células T (glóbulos brancos do sangue) para a atacar.

“O adenovírus não é capaz de se reproduzir e não causa a doença”, destaca a agência.

O ensaio resultou numa redução de 67% no número de casos sintomáticos de covid-19 após duas semanas em pessoas a quem foi administrada a vacina covid-19 Janssen (116 casos em 19.630 pessoas) em comparação com pessoas a quem foi dado placebo (348 de 19.691 pessoas), o que significa que a vacina teve uma eficácia de 67%.

Segundo o comunicado da EMA, os efeitos secundários da vacina Janssen (farmacêutica que é a subsidiária europeia da Johnson & Johnson) foram geralmente suaves ou moderados e eliminados no espaço de alguns dias após a vacinação.

Os mais comuns eram dores no local da injeção, dores de cabeça, cansaço, dores musculares e náuseas.

A segurança e eficácia da vacina, garante a agência europeia, continuará a ser monitorizada à medida que for utilizada em toda a UE, através do sistema de farmacovigilância da UE e de estudos adicionais da empresa e das autoridades europeias.

A Comissão Europeia, com base na recomendação da EMA, deverá conceder rapidamente uma autorização condicional de introdução no mercado à quarta vacina contra a covid-19 para pessoas maiores de 18 anos.

Está previsto que Portugal receba 4,5 milhões de doses este ano desta vacina.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.621.295 mortos no mundo, resultantes de mais de 117,9 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.