Início Notícias Jesus critica condições no Jamor: "Relvado manhoso e iluminação manhosa"

Jesus critica condições no Jamor: "Relvado manhoso e iluminação manhosa"

Na conferência de imprensa após a vitória sobre a Belenenses SAD, Jorge Jesus apontou o dedo às condições de jogo no Jamor, nomeadamente o relvado e a iluminação, considerando mesmo que o Estádio Nacional merece um novo tapete verde.

“O relvado do Estádio do Jamor estava manhoso. Dentro do possível, o Belenenses fez tudo para ter um bom relvado, mas este relvado nunca teve qualidade. A própria iluminação do estádio era manhosa, mas foi bom porque com todos estes defeitos todos a equipa acabou por ganhar 3-0”, começou por dizer o técnico, antes de falar sobre a mudança da final da Taça de Portugal para Coimbra.

“Quando entrei no Jamor, lembrei-me disso. Essa nostalgia não tem a ver só com o facto de a final não ser aqui. A nostalgia deve-se à nossa vida hoje. Não vivemos em liberdade espiritual. Face à pandemia, todos nós temos restrições. O futebol não foge a isso. Este relvado não tem condições para se realizar uma final”, atirou.

“O estádio é lindo, mas não percebo porque não há entendimento entre a Federação e outras entidades para colocar um relvado aqui em condições, independentemente de quem jogar qui. O estádio merece um relvado melhor. Mas penso que não será essa a razão por jogarmos a final em Coimbra”, concluiu.

Leia Também: “A equipa não treme com a classificação e joga com muita confiança”