Início Mundo Pelo menos 300 feridos em explosões na Guiné Equatorial

Pelo menos 300 feridos em explosões na Guiné Equatorial

“Até agora desconhece-se o número total de falecidos, mas estima-se que sejam cerca de 300”, adiantou o Ministério da Saúde e Bem Estar Social da Guiné Equatorial através da sua conta oficial na rede social Twitter.

De acordo com a mesma fonte, as explosões ocorreram no bairro de Mondong Nkuantoma, em Bata, maior cidade e capital económica da Guiné Equatorial, onde se localiza um quartel militar.

“Estima-se que haja mortos e muitos desaparecidos debaixo dos escombros”, acrescentou o ministério, que pediu a médicos e enfermeiros voluntários para se dirigirem ao Hospital Regional de Bata.

As autoridades de saúde apelaram também para a contribuição de dadores de sangue.

Para já é desconhecida a origem das explosões, mas uma fonte da Guiné Equatorial contactada pela agência Lusa adiantou que terá explodido o paiol do quartel militar do bairro de Nkoantoma.

Este quartel fica situado num zona habitacional e imagens transmitidas pela TVGE mostram dezenas de pessoas a fugir do local, muitas delas feridas.

As imagens também mostram uma espessa coluna de fumo.

Três das explosões ocorreram cerca das 15:00 locais (14:00 em Lisboa) e duas horas mais tarde ocorreu uma quarta.

De acordo com as autoridades equato-guineenses, equipas médicas e de bombeiros foram mobilizadas para o local.

Os feridos estão a ser transportados para os hospitais de La Paz, Nuevo Inseso e Regional de Bata.

O vice-presidente e responsável pela Defesa e Segurança, Teodoro Nguema Obiang Mangue, conhecido como ‘Teodorin‘, filho do Presidente Teodoro Obiang, apareceu na TVGE a visitar o local rodeado de um forte aparato de segurança dos seus habituais guarda-costas israelitas.

Localizada na parte continental, Bata concentra cerca de 800 mil habitantes dos 1,4 milhões de residentes deste país da África Central, rico em petróleo e gás, mas onde a maioria da população vive abaixo do limiar da pobreza.