Início Notícias Imobiliário. Alívio nos preços entre os assuntos mais falados esta semana

Imobiliário. Alívio nos preços entre os assuntos mais falados esta semana

Os preços das residências nos centros históricos de Lisboa e do Porto caíram cerca de 14,4% e 8,2%, respetivamente, no 2.º semestre de 2020, sendo que a descida dos preços dos imóveis na capital foi a notícia que ‘abriu’ esta semana e o mês: Lisboa registou uma descida de 12%, face ao período homólogo, e o Porto de quase 5%.

Logo de seguida, surgem as rendas acessíveis. Várias regiões portuguesas estão a aderir a esta vertente de mercado habitacional, de modo a auxiliar famílias com carência de condições financeiras, principalmente com o surgimento da Covid-19.

No início deste mês, foi anunciado que o Restelo e o Porto vão ter mais casas destinadas ao arrendamento acessível. Recorde-se que no Alto do Restelo vão existir “cinco torres e seis prédios de habitação com 629 fogos, no Alto do Restelo”; já no Norte, a Câmara Municipal do Porto pretende colocar no mercado de arrendamento acessível mais 500 casas.

Neste mês de março vale ainda sublinhar a temática das moratórias, uma vez que algumas terminam já no final do mês. Esta é uma preocupação para muitos portugueses, visto que servem de ‘bengala’ aos empréstimos.

O fim das moratórias foi inicialmente apontado para março, mas no ano passado o Governo decidiu prolongar a vigência deste regime, o que significa que a moratória pública continua em vigor até setembro de 2021. Este mês acabam, porém, as moratórias privadas para as famílias que adiaram as prestações da casa.

Leia Também: Preços das casas descem na Baixa e no centro histórico do Porto