Início Mundo Homem com problemas mentais acusado de ataque na Suécia

Homem com problemas mentais acusado de ataque na Suécia

O Tribunal Distrital de Eksjodeterminouque existe perigo de fuga, disse a estação de televisão sueca SVT.

O suspeito, que segundo as leis do país não foi identificado, enfrenta sete acusações de assassínio, mas negou os atos.

“Eu não fiz nada. Eu estava em casa”, gritou o suspeito no início dos procedimentos judiciais no tribunal, segundo noticiou hoje a imprensa sueca presente na sessão.

O indivíduo com cidadania afegã foi descrito pela comunicação social sueca como requerente de asilo cuja autorização de residência expirou no ano passado.

As notícias locais indicam ainda que o “homem tem um historial de problemas mentais e é conhecido da polícia”.

O acusado foi ouvido hoje em tribunal depois de ter sido atingido a tiro numa perna pela polícia, na quarta-feira, 20 minutos após os primeiros alertas sobre o incidente que ocorreu pequena cidade de Vetlanda, 190 quilómetros a sudoeste de Gotemburgo, a segunda maior cidade da Suécia.

Os polícias declararam que o encontraram na posse de uma faca, masjá afastaram a possibilidade de os crimes terem tido motivação terrorista.

As autoridades identificaram cinco locais onde ocorreram os ataques e as sete vítimas, todos homens, terão sido escolhidas aleatoriamente pelo atacante.

O ataque aconteceu na terça-feira por volta das 15:00 locais (13:00 em Lisboa) na pequena localidade de Vetlanda, de 13.000 habitantes.

O suspeito, que estava armado no momento da detenção, foi baleado na perna por um agente antes de ser imobilizado.

Todos os feridos pelo agressor são homens, nascidos entre 1945 e 1985 e não tinham nenhuma ligação com o atacante, que aparentemente atuou sozinho, segundo as informações da polícia.

Leia Também: Ataque na Suécia investigado como homicídio sem excluir motivo terrorista