Início Mundo Itália com mais 17 mil casos, perante receios de recrudescimento

Itália com mais 17 mil casos, perante receios de recrudescimento

A Proteção Civil italiana notificou esta terça-feira o registo de 17.083 novos casos de infeção por novo coronavírus, uma subida em relação ao dia anterior (13.114). As autoridades notificam ainda mais 343 óbitos referentes às últimas 24 horas, também uma subida em relação à véspera (246).

Itália contabiliza agora um total de 2.955.434 casos positivos confirmados desde o início da pandemia no país, a 21 de fevereiro. O número total de mortes é agora de 98.288.

Nas últimas 24 horas foram realizados 335.983 testes de diagnóstico, mais 165.350 do que ontem (170.633). No que diz respeito à taxa de positividade, esta passou de 7,7%, ontem, para 5,1%, hoje, ou seja, por cada 100 testes realizados, mais de cinco são positivos.

Estes dados surgem depois de o ministro da Saúde italiano, Roberto Speranza, ter alertado para um aumento da curva de contágios no país. “A curva de contágios está a aumentar de maneira significativa”, disse, na segunda-feira.

O aviso chegou depois de, no fim de semana, quando se realizam menos testes, ter sido reportado um número elevado de casos (mais de 18 mil no sábado e mais de 17 mil no domingo).

A Organização Mundial de Saúde (OMS), sublinhe-se, já fez o mesmo alerta, indicando que o número de casos de Covid-19 aumentou no mundo pela primeira vez em sete semanas, na Europa mas também do Sudeste Asiático, no Mediterrâneo Oriental e nas Américas.

Leia Também: AO MINUTO: 4.750 enfermeiros por vacinar. Depressão nos adolescentes