Início Mundo Esta ‘loja’ de cosméticos online ajuda vítimas de violência doméstica

Esta ‘loja’ de cosméticos online ajuda vítimas de violência doméstica

Uma loja de cosméticos fictícia foi imaginada e criada por uma jovem polaca para ajudar as vítimas de violência doméstica a pedirem ajuda, durante o confinamento, sem alertarem os abusadores.

Depois de ouvir vários relatos de que a violência doméstica estaria a aumentar no país durante a pandemia, em abril do ano passado, Krystyna Paszko, com 17 anos na altura, decidiu lançar a ‘Camomilas e amores-perfeitos’ (‘Rumianki i bratki‘).

Quem esteja a sofrer de abusos físicos ou psicológicos é encorajado a visitar a página de Facebook da ‘loja’ e enviar uma mensagem a demonstrar interesse nos produtos de cosmética naturais que a loja aparenta estar a vender.

Mas na verdade, em vez de ser feita uma encomenda, os operadores do site através de mensagens em código vão acompanhando o bem-estar da vítima e se necessário alertam as autoridades.

Quando uma vítima escreve a pedir para comprar um creme, um psicólogo responde, em vez de um vendedor, e pergunta há quanto tempo os “problemas de pele” estão a ocorrer ou como é que a pele afetada reage ao álcool. Se alguém fizer um pedido e deixar uma morada, na verdade, é um código a pedir que as autoridades visitem a sua casa.

Notícias ao Minuto© Rumianki i bratki

Depois de ter suscitado tanto interesse, a jovem entrou em contacto com o Women’s Rights Centre a pedir ajuda. Em resposta, a ONG polaca providenciou psicólogos e advogados para trabalhar com a página. Desde o lançamento, mais de 350 pessoas pediram ajuda. A maioria das vítimas tem menos de 40 anos e cerca de 10% são do sexo masculino.

A ideia valeu a Krystyna um prémio da União Europeia no valor de 10 mil euros. Foi um dos 23 projetos a receber o Prémio de Solidariedade Civil da UE. O objetivo é recompensar organizações que lidam com as consequências da pandemia.

Leia Também: Vítima de violência doméstica socorrida após pedir ajuda com foto