Início Notícias ONU pede diálogo entre Sudão e Etiópia na disputa fronteiriça

ONU pede diálogo entre Sudão e Etiópia na disputa fronteiriça

Onanga-Anyanga sublinhou a importância de “seguir o caminho do diálogo entre o Sudão e a Etiópia como forma de resolver todos os diferendos”, durante uma visita a Cartum onde se encontrou com o primeiro-ministro sudanês, Abdullah Hamdok, e o seu ministro dos Negócios Estrangeiros, Mariam al Sadeq al Mahdi, segundo um comunicado.

A tensão aumentou na zona de Al Fashqa, na fronteira com a região etíope de Tigray, em meados de dezembro, após uma emboscada de tropas sudanesas enviadas por Cartum à área, onde quatro soldados foram mortos.

Desde dezembro, mais de uma dúzia de cidadãos do Sudão, incluindo militares, morreram em ataques transfronteiriços pelas forças etíopes na província sudanesa de Al-Qadarif, segundo Cartum.

A disputa tem como epicentro grandes áreas de terras aráveis que o Sudão diz pertencerem ao seu território em al-Fashqa e que agricultores etíopes têm cultivado durante anos.

Os dois países realizaram várias rondas de diálogo com o objetivo de resolver a disputa, tendo a mais recente acontecido em Cartum, em dezembro, mas não foram alcançados quaisquer progressos.