Início Notícias Do Real Madrid para o Murcia, Drenthe confessa-se: "Fui estúpido"

Do Real Madrid para o Murcia, Drenthe confessa-se: "Fui estúpido"

Royston Drenthe chegou a ser apontado como uma das grandes promessas do futebol europeu, o que o levou a chegar ao Real Madrid com apenas 20 anos. No entanto, agora com 33 anos, representa o Racing Murcia, do terceiro escalão do futebol espanhol.

Em entrevista concedida à edição deste domingo do jornal espanhol El País, o internacional holandês explica o que correu mal na carreira, e assume: “Não fui inteligente comigo mesmo. Mas tinha que tomar decisões, e, com 25 anos, não era feliz no futebol. Era um rebelde”.

“Não posso culpar os jovens com muito talento se, de vez em quando, quiserem ir a uma festa. O que acontece é que alguns jovens são mais espertos do que outros. E alguns são estúpidos. Como eu”, começou por afirmar o esquerdino.

“Queria demonstrar que podia fazer o que quisesse, e, às vezes, mesmo sabendo que era mau, fazia-o na mesma. Não fui atraiçoado pela vaidade, mas sim pelo caráter impulsivo. Mas o meu problema não foram as festas. Pensar isso seria uma estupidez”, prosseguiu.

“As pessoas pensam que, como ganhas muito dinheiro, já não tens razões de queixa. as coisas que me estavam a acontecer impediam-me de jogar com normalidade. Tinha sempre problemas com alguém. Se não era o treinador, era outra pessoa. Chegou a um ponto em que não quis saber de mais nada. Tinha que sair a meio para crescer como pessoa”, completou.

Ainda assim, Royston Drenthe garante: “Não me arrependo de nada. Sou muito feliz com aquilo que sou e com aquilo que a minha vida foi. Tornei-me num homem graças ao futebol”.

Leia Também: Drenthe estreia-se a marcar no regresso a Espanha à ‘lei da bomba’