Início Mundo AO MINUTO: Voo de repatriamento chega hoje; EUA não podem "baixar guarda"

AO MINUTO: Voo de repatriamento chega hoje; EUA não podem "baixar guarda"

Os números diários da pandemia em Portugal continuam a registar um decréscimo, aliviando a pressão nas unidades de saúde, quer em enfermaria, quer em cuidados intensivos. De acordo com o último boletim da DGS, Portugal registou no sábado mais 33 óbitos e 1.071 novos infetados com Covid-19.

Com estes dados, sobe para 16.276 o número de vítimas mortais e para 803.844 o total de casos desde o início da pandemia no país.

A Food and Drug Administration aprovou, no sábado, o uso de emergência da vacina desenvolvida pela Janssen, a farmacêutica que é detida pela Johnson & Johnson. Esta vai ser a terceira vacina a ser distribuída nos Estados Unidos e a primeira que é unidose.

Joe Biden saudou a boa notícia, mas pediu que se mantenham os esforços para combater esta pandemia sem precedentes: “Não podemos baixar a guarda ou dar como certo que a vitória é inevitável”.

Pode consultar nestes mapas interativos a evolução da pandemia de coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

07h25 – Voo de repatriamento do Brasil chega hoje: Cerca de 300 passageiros chegam hoje a Portugal oriundos do Brasil, num voo humanitário de repatriamento operado pela companhia portuguesa aérea TAP, dos quais cerca de um terço em situação considerada prioritária.

Segundo a secretária de Estado das Comunidades Portuguesa, Berta Nunes, cerca de 100 pessoas “têm necessidade de regressar por razões de saúde, problemas familiares ou financeiros”.

07h20 – Programa de apoio às empresas vai ser reforçado: O programa Apoiar, destinado a empresas afetadas pela pandemia de covid-19, vai ser reforçado e alargado a novas situações, anunciou o ministro de Estado e da Economia, Siza Vieira, indicando que as medidas serão anunciadas na próxima semana.

07h15 – Biden saúda nova vacina: O presidente norte-americano, Joe Biden, saudou no sábado a aprovação no país de uma terceira vacina contra a covid-19, a da Johnson and Johnson, mas pediu que não se baixe a guarda contra a pandemia, que já provocou mais de 500.000 mortos nos Estados Unidos.

“Esta é uma ótima notícia para todos os americanos e um passo encorajador nos nossos esforços para acabar com a crise”, disse Biden, em comunicado, acrescentando: “Mas não podemos baixar a guarda ou dar como certo que a vitória é inevitável”.

07h10: Atualização na Alemanha: Alemanha registou, nas últimas 24 horas, mais 175 mortes e 7.890 infetados. Com estes dados, o país germânico acaba de ultrapassar as 70 mil mortes por Covid-19 (70.045) e tem agora um total de 2.442.336 infetados, desde que a pandemia teve início.

07h08 – Tecnológicas adaptam-se e criam soluções para combater a pandemia: Óleo alimentar usado transformado em desinfetante, esterilização com recurso a ultravioletas ou terapia fotodinâmica para eliminar o coronavírus numa fase precoce são alguns dos projetos de empresas incubadas no Instituto Pedro Nunes, em Coimbra, para responder à pandemia.

07h05: Enquanto dormia:

  • Atualização na China: A Comissão de Saúde da China anunciou hoje ter diagnosticado seis casos de covid-19 nas últimas 24 horas, todos importados.
  • Atualização no México: O México registou 783 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, acumulando agora 185.257 óbitos desde o início da pandemia, disseram no sábado as autoridades mexicanas.

07h00 – Bom dia, começamos hoje um novo registo. Pode rever as anteriores atualizações aqui.