Início Mundo Mais de mil nacionalistas ucranianos exigem libertação de líder condenado

Mais de mil nacionalistas ucranianos exigem libertação de líder condenado

Segundo informou a agência Unian, os manifestantes, que começaram a concentrar-se às 12h00 locais em frente à Presidência, ameaçaram manter o protesto indefinidamente enquanto não virem satisfeitas as exigências para a libertação de Sternenko e a renovação do Conselho Supremo de Justiça.

“Quando nos dizem que se trata de uma causa política dizemos que não é assim, isto é uma guerra. É uma guerra contra os patriotas da Ucrânia”, declarou o advogado de Sternenko, Andrei Muja, no evento improvisado com altifalantes que se realizou na central avenida Bankovaya, em Kiev, a capital ucraniana.

Os manifestantes, que empunham bandeiras ucranianas azuis e amarelas e as bandeiras das forças nacionalistas, advertiram que o protesto de hoje pode ser “a última manifestação pacífica”.

Posteriormente, a multidão iniciou uma marcha em direção à Procuradoria-Geral, durante a qual rebentaram vários petardos.

De acordo com a Unian, a marcha foi encabeçada por uma coluna de automóveis, seguida por “jovens de compleição atlética”.

Não é a primeira manifestação de apoio a Sternenko. No passado dia 23 de fevereiro, os seus apoiantes também organizaram um protesto frente à Presidência, durante o qual foram detidas 24 pessoas.

Sternenko, que nega a participação nos delitos pelos quais está incriminado, foi condenado em março por um caso relacionado com o assalto violento e sequestro, em 2015, de um conselheiro.

Leia Também: Presidente da Ucrânia convoca cimeira para recuperar a Crimeia