Início Mundo Iémen: 50 mortos em combates entre rebeldes e forças governamentais

Iémen: 50 mortos em combates entre rebeldes e forças governamentais

Os rebeldes Huthis, que há mais de um ano tentam tomar Marib, retomaram a 08 de fevereiro a ofensiva contra este último bastião do poder no norte do Iémen.

Segundo uma das fontes militares, “22 membros das forças do Governo e mais de 28 rebeldes morreram nas últimas 24 horas nos combates que prosseguem nas frentes da província de Marib”.

Na guerra do Iémen, uma coligação militar liderada pela Arábia Saudita está a auxiliar militarmente as forças do Governo a enfrentar os rebeldes Huthis.

De acordo com o canal de televisão dos rebeldes Al-Massirah, esta coligação realizou mais de 12 ataques aéreos em apoio às forças do Governo no terreno.

Na sexta-feira, mais de 60 combatentes foram mortos em Marib, o dia mais sangrento desde o início da batalha, a 08 de fevereiro.

A província de Marib, localizada 120 quilómetros a leste da capital, Saná, fica próxima de campos de petróleo.

Depois de um abrandamento dos combates durante vários meses, os rebeldes retomaram sua ofensiva contra Marib a 08 de fevereiro. Desde então, os confrontos provocaram centenas de baixas de ambos os lados, segundo fontes do Governo, e obrigaram centenas de famílias a fugir.

Os Huthis, geralmente, não divulgam as baixas sofridas.

Leia Também: Oxfam acusa Governo britânico de prolongar a guerra no Iémen