Início Notícias Amorim: "Palavras do Sérgio Oliveira? Não vamos levar a peito"

Amorim: "Palavras do Sérgio Oliveira? Não vamos levar a peito"

Equipas anularam-se: Duas equipas diferentes, compactas, que defendem bem. O FC Porto tem mais peso nas segundas bolas ao transportar a bola para o último terço e com mais finalização. Nós temos de trabalhar mais a partir de trás porque é difícil para nós segurar uma bola longa. Acabou por ser um jogo bem disputado, mas não bem jogado. Parabéns aos meus jogadores que deram tudo. Depois do intervalo tentaram sair a jogar e levar a bola para a frente. Tivemos uma grande oportunidade pelo Matheus, mas penso que o resultado acaba por ser justo, num jogo muito batalhado e em que o FC Porto teve mais oportunidades do que nós.

Combater pressão alta do FC Porto: O Matheus é muito forte a carregar a bola e nós não estávamos a ter capacidade de ir no espaço. Tínhamos bolas entre linhas, pensámos no Matheus porque ele a receber e carregar a bola provavelmente é o jogador mais forte da nossa equipa. O FC Porto tapou bem a profundidade. A grande oportunidade foi do Matheus que, fresco, conseguiu chegar com a bola perto da baliza. Não quero estar a individualizar a exibição, mas foi adulta de uns miúdos, alguns juniores, mas foi um bom jogo deles.

Clássico a baixo ritmo: Sim, porque as equipas também conhecem-se bem. O público acelera sempre o jogo e sem ele é diferente. Vamos esperar o público. O Sporting está de parabéns e agora há que pensar no Santa Clara.

Resposta a Sérgio Oliveira: Fizemos um ponto, poderíamos ter feito três ou nenhum. Palavras do Sérgio? Está chateado com o jogo e não vamos levar isso a peito. A quente falamos aquilo que não queremos, é a opinião dele. Temos de pensar no Santa Clara, são dez pontos e vale o que vale. O Braga joga amanhã e pode ficar a nove pontos. O que pode acontecer este fim de semana é perder um ponto para o segundo classificado. Temos de ganhar ao Santa Clara.