Início Mundo Britânico preso em Singapura após quebrar quarentena para ver a noiva

Britânico preso em Singapura após quebrar quarentena para ver a noiva

Um homem de nacionalidade britânica foi condenado a uma pena de prisão de duas semanas, em Singapura, depois de ter quebrado a quarentena obrigatória para ir visitar a noiva.

Nigel Skea, de 52 anos, declarou-se culpado em tribunal de se ter escapulido por uma escada de incêndio do hotel onde estava alojado para se encontrar com Agatha Maghesh Eyamalai, de 39 anos, na altura a sua noiva e que entretanto se tornou sua mulher. A mulher declarou-se culpada de um crime de conspiração e ficou presa durante uma semana.

O homem deixou o quarto do hotel de cinco estrelas Millenia Singapore por três vezes em setembro do ano passado, segundo foi dito em tribunal, conta o The Sun. As regras de combate à pandemia em Singapura obrigam os turistas a ficar em isolamento num quarto de hotel ou numa casa durante 14 dias.

Nigel chegou ao território desde Londres em setembro e através de mensagens escritas instruiu Agatha a marcar um quarto separado do seu no mesmo hotel, 13 pisos acima. Depois, subiu a escada de emergência desde o seu quarto e a mulher – que não estava sob quarentena obrigatória – abriu-lhe a porta de emergência do piso. No entanto, acabou por ser apanhado por um segurança na manhã seguinte.

A cidade-estado tem sido intransigente com as violações das regras de combate à pandemia, com alguns estrangeiros presos, outros multados ou com as autorizações de trabalho revogadas.

Leia Também: Mulher condenada a prisão em Singapura após omitir contacto de risco