Início Mundo Alemão é acusado de espionagem por transmitir dados aos russos

Alemão é acusado de espionagem por transmitir dados aos russos

“Entre o final de julho e o início de setembro de 2017, o suspeito decidiu pela sua própria iniciativa transmitir informações sobre as propriedades do Bundestag alemão aos serviços de informação russos”, refere um comunicado do Ministério Público.

Na nota, o Ministério Público alemão também detalha que estes documentos, em forma de arquivos PDF, foram transmitidos a um funcionário da embaixada russa em Berlim, suspeito de ser membro do serviço de informação militar russo (GRU).

O suspeito, identificado apenas como Jens F. de acordo com as regras de privacidade alemãs, trabalhava para uma empresa que havia sido repetidamente contratada para verificar aparelhos elétricos portáteis no Bundestag, segundo o comunicado.

Com isso, o homem teve acesso a arquivos PDF com plantas dos imóveis envolvidos. O Bundestag está localizado no prédio do Reichstag, um marco de Berlim, mas também tem outras propriedades.

As acusações foram apresentadas a um tribunal de Berlim em 12 de fevereiro. O tribunal terá que decidir se vai prosseguir com o processo contra o suspeito.

As relações entre a Alemanha e a Rússia têm sido afetadas por uma lista crescente de questões nos últimos anos.

Em outubro, a União Europeia impôs sanções a dois funcionários russos (integrantes da GRU) por causa de um ataque cibernético contra o parlamento alemão em 2015.

Além disso, um homem russo acusado de matar um georgiano em plena luz do dia no centro de Berlim, por ordem de Moscovo em 2019, está a ser julgado na Alemanha.

O envenenamento, no ano passado, do líder da oposição russa Alexei Navalny, que foi levado de avião para a Alemanha para tratamento e foi preso imediatamente após retornar à Rússia, acrescentou mais tensões entre os dois países.

Leia Também: Alemanha soma mais 385 mortes em dia com 11.869 novos casos de Covid-19