Início Mundo Deslizamento de terras em cemitério italiano lança caixões para o mar

Deslizamento de terras em cemitério italiano lança caixões para o mar

Mais de 200 caixões foram lançados ao mar quando o penhasco perto do cemitério onde se encontravam, na costa italiana, colapsou. Os funcionários do cemitério de Camogli, construído há mais de cem anos perto da costa de Génova, notaram uma fissura na parede do cemitério pela primeira vez no passado sábado durante trabalhos de manutenção de rotina, segundo o autarca local.

“Vimos sinais de algumas fissuras. Decidimos encerrar o cemitério”, referiu Francesco Olivari à CNN. “Este tipo de colapso é muito difícil de detetar ou prever”, disse ainda, acrescentando que “a área está sujeita a este tipo de colapso – é muito frágil”.

As duas centenas de caixões acabaram por deslizar para a água quando o penhasco desabou, na segunda-feira. As equipas da proteção civil conseguiram recuperar 10 dos caixões. Mas pelo menos 190 continuavam desaparecidos ontem.

Encontrar os restantes caixões “vai depender do mar nos próximos dias”, explicou o assessor regional da Proteção Civil, que esclareceu ainda que as autoridades portuárias bloquearam a zona costeira perto do cemitério para evitar que qualquer caixão flutue para alto mar.

O departamento da Proteção Civil de Ligúria foi chamado para perceber se podem ocorrer mais deslizamentos de terra, bem como avaliar a verdadeira extensão dos danos.

Leia Também: Itália regista 13.314 novos casos e mais 356 mortos