Início Mundo Angola concede acesso a dados sobre bacias do Kwanza e Baixo Congo

Angola concede acesso a dados sobre bacias do Kwanza e Baixo Congo

Segundo um comunicado da ANPG, esta consulta “irá aumentar a transparência do processo”, permitindo que os participantes qualificados tenham a confiança necessária para iniciar o processo e assegurar acordos no final do processo.

“Isso reduzirá significativamente o risco de as empresas entrarem no processo com muitas incertezas”, sublinha a concessionária angolana.

As empresas interessadas devem manifestar este interesse junto da ANPG por meio de carta ou e-mail, solicitando uma sessão gratuita de consulta de dados.

A ronda de licenciamento em curso está de acordo com o Decreto Presidencial 52/19, que prevê rondas de licitações anuais até 2025. O regulador angolano, pretende atrair “exploradores de médio porte para as bacias de Angola que se mostraram prolíficas nos últimos anos e proporcionaram retornos para empresas muito acima das médias da indústria noutros locais”.

A atual ronda é relativa a seis licenças onshore na Bacia do Kwanza e três licenças onshore na Bacia do Baixo Congo.

A ANPG adianta que “os dados disponíveis fornecerão uma base sólida sobre a qual serão construídos modelos para entender o potencial de petróleo e gás dos blocos em oferta”.

Os pacotes de dados “incluem as informações mais relevantes e essenciais sobre as áreas de interesse” e ajudam “os potenciais exploradores a preparar as suas propostas e a sua estratégia futura para a exploração e desenvolvimento dessas concessões”, acrescentam.

Os pacotes de dados incluem informações geológicas, estudo de acessibilidade, mapas, informação jurídico-legal, dados sísmicos, etc.