Início Mundo Administração escolar demite-se após reunião online onde criticou pais

Administração escolar demite-se após reunião online onde criticou pais

Todos os elementos da administração da escola Oakley Union Elementary School District, na Califórnia, nos EUA, foram afastados depois de terem sido apanhados a criticar e a gozar com os pais dos seus alunos durante uma reunião virtual que achavam ser privada.

O encontro aconteceu na semana passada numa altura em que se discutia a reabertura das escolas.

Durante a reunião, os professores acabaram por fazer comentários menos apropriados, afirmando mesmo que os pais tratavam os professores como “baby-sitters” e que apenas queriam reabrir as escolas para poderem “fumar sem que ninguém os interrompesse”, fazendo alusão ao facto de os pais não terem paciência para os filhos.

A conversa, que se achava privada, estava afinal a ser transmitida em canal aberto e os professores em causa viram-se obrigados a renunciar aos cargos enquanto administradores do estabelecimento de ensino.

O superintendente escolar Greg Hetrick considerou os comentários totalmente inapropriados e emitiu um pedido de desculpas na quinta-feira.

O distrito em causa possui 5 mil estudantes, todos eles em ensino à distância desde março.

Leia Também: Investigadores, médicos e professores defendem reabertura das escolas