Início Tecnologia Perseverance envia novo vídeo, imagens inéditas e… sons de Marte

Perseverance envia novo vídeo, imagens inéditas e… sons de Marte

A NASA revelou, esta segunda-feira, um novo vídeo do rover Perseverance que aterrou em Marte pelas 20h56 de Lisboa da passada quinta-feira, dia 18 de fevereiro.

Nas imagens é possível assistir à aterragem no ‘Planeta Vermelho’, uma missão não tripulada da NASA que foi transmitida nas redes sociais Twitter e YouTube e também na página oficial da NASA.

Uma das questões destacadas pelos especialistas é que a aterragem decorreu sem quaisquer percalços – nas imagens não há vestígios de fumo ou de ruturas. Além disso, garantem que o rover Perseverance está “saudável” e a funcionar bem após a chegada e estada já de quatro dias no ‘Planeta Vermelho’.

Assista aqui ao vídeo da aterragem na superfície de Marte:

E som de Marte? Verdade, esta foi outra das novidades partilhadas hoje pela NASA. Ouça aqui:

Além do vídeo, a NASA revelou também novas imagens da superfície de Marte:

Assista à conferência de imprensa com os especialistas da NASA sobre as novas imagens, vídeo e sim, que chegaram esta segunda-feira do ‘Planeta Vermelho’

O robô Perseverance tem como missão recolher amostras do solo e de outros elementos do planeta, embora só devam chegar à Terra no início da próxima década.

As operações estiveram a ser coordenadas a partir do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, em La Cañada Flintridge, na Califórnia (Estados Unidos).

O sinal proveniente de Marte demorou pouco mais de dez minutos a chegar à Terra, ou seja, quando a equipa responsável pela coordenação da aterragem do Perseverance recebeu a informação de que o robô tinha aterrado, o aparelho já estaria há vários minutos no solo. A aterragem foi na cratera de Jezero.

A entrada na atmosfera de Marte ocorreu às 20h48 em Lisboa e foi o ponto sete de uma lista com mais de 35 requisitos imprescindíveis para que a aterragem ocorresse sem quaisquer problemas e que estava a ser monitorizada ao segundo. A fase final do processo demorou cerca de sete minutos.

O momento da aterragem foi aplaudido pela equipa que dirigiu as operações.

[Notícia em atualização]