Início Mundo Imigrante que matou diretor de centro de refugiados acusado de homicídio

Imigrante que matou diretor de centro de refugiados acusado de homicídio

Aquando da detenção, o agressor, de 38 anos, assumiu ter esfaqueado várias vezes o funcionário, responsável pelo centro de acolhimento de refugiados em Pau, de 46 anos, que viria a morrer pouco depois.

O imigrante sudanês estava em França desde 2015 e, após duas condenações por violência em 2017 e 2018, viu a sua autorização de residência provisória expirar em novembro, tendo ordem de expulsão.

Segundo o Ministério Público de Pau, o homicida confesso considerou que o centro de acolhimento, onde ocorreu o crime, não tratou corretamente do seu caso.

Na sexta-feira, ele foi ao centro pedir um documento à atenção do Escritório Francês para a Proteção de Refugiados e Apátridas (OFPRA) para poder continuar no país.

Já no sábado, o MP revelou que o detido não estava inscrito em nenhum dossiê de radicalização, tendo a investigação descartado a possibilidade de um atentado terrorista.

Leia Também: Autoridades italianas resgatam 47 migrantes e procuram desaparecidos