Início Mundo Brasil. Em 10 anos, quase 3 mil animais morreram atingidos por raios

Brasil. Em 10 anos, quase 3 mil animais morreram atingidos por raios

Na última década morreram, no Brasil, 2.973 animais atingidos por relâmpagos. A informação foi revelada, este domingo, na sequência da publicação de um estudo inédito do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), citado pela G1.

De acordo com a investigação, o estado de Mato Grosso é a região com o maior número destas ocorrências, contabilizando 437 mortes. Segue-se São Paulo, com 261 animais mortos por este motivo, depois Mato Grosso do Sul, com 359, e, por fim, Tocantins, com 249.

Desde 2010, o prejuízo provocado a proprietários devido a este incidente já ultrapassou, aproximadamente, os 2,3 milhões de euros.

Outro dado apurado é que, em muitos casos, quando há registo de mortes de animais por raios, verifica-se mais do que um óbito. Segundo o estudo, este fenómeno deve-se ao facto de quando ocorrem tempestade os animais, sobretudo de gado, têm o instinto de se manterem próximos num lugar específico perto de uma árvore, que são os pontos mais atingidos por relâmpagos.

Um exemplo desta ocorrência verificou-se, em 2018, em Cacoal, quando 103 animais foram mortos por um único relâmpago. A investigação recomenda que os proprietários de gado coloquem nos prados ou locais onde os animais se encontram, estruturas de metais para servirem de para-raios.

Leia Também: O mistério dos cães azuis e verdes na Rússia. Autoridades investigam