Início Mundo Incêndio lavra no norte de Espanha e galgou a fronteira de França

Incêndio lavra no norte de Espanha e galgou a fronteira de França

O fogo em Bera, Navarra, e Lesaka galgou a fronteira de França e também se estendeu para Guipúzcoa, no vizinho País Basco, pela zona de Endarlatza.

As dimensões do incêndio levaram à ativação, em Navarra, do Nível 2 do Plano de Emergência e a intervenção da Unidade de Emergência Militar (UME), informou o Governo Regional.

A SOS Navarra foi alertada pelas 10:30 para a ocorrência de um incêndio na saída de Bera para Endarlatza, que rapidamente se propagou com as fortes rajadas de vento de até 100 quilómetros por hora.

O incêndio atravessou o rio Bidasoa e a estrada N-121-A e avançou com uma segunda frente por Lesaka, em direção à fronteira com Guipúzcoa.

A força do vento impediu a intervenção dos meios aéreos do Governo de Navarra, tal como das aeronaves mobilizadas pelo Ministério da Agricultura, Pescas e Alimentação, que regressaram a Madrid quando se encontravam a 13 quilómetros do destino, devido à turbulência que se fazia sentir.

Os trabalhos de combate às chamas no terreno estão a ser dificultados pela dificuldade de acesso às frentes do incêndio através de zonas íngremes.

Como medida preventiva foram evacuadas algumas zonas de Ibardin, como aldeias e quintas.

Pelas 14:15, a evolução do incêndio obrigou a ativar o Nível 2 do Plano de Emergência, uma vez que a Comunidade Autónoma não estava a conseguir debelar as chamas com recursos próprios, e já havia populações em risco.

Patrulhas da polícia local e da Guarda Civil ordenaram a circulação pela estrada N-121-A de camiões, onde o tráfego de pesados está proibido em Sunbilla e Arre, para facilitar o trânsito de veículos de emergência.

Não são esperadas alterações atmosféricas significativas durante toda a noite, embora esteja prevista uma diminuição da intensidade do vento durante a manhã de domingo, o que poderá permitir que os meios aéreos possam operar.

Um dos bombeiros voluntários no local disse à agência de notícias Efe que, na área de Bera, o fogo está “bastante controlado”, embora ainda esteja muito vento.

Segundo o bombeiro, “será difícil” extinguir hoje as chamas, uma vez que, embora possam ser controladas em Bera, não será possível fazê-lo em Lesaka, onde a situação “é muito complicada”, especialmente junto à fronteira com a França.