Início Mundo Covid-19: Bagdade diz que restrições não afetam visita do Papa ao Iraque

Covid-19: Bagdade diz que restrições não afetam visita do Papa ao Iraque

Em declarações à agência estatal INA, reproduzidas pela Efe, Ismail al Hadidi, conselheiro do Presidente da República do Iraque, Barham Salih, afirmou que “a expansão do coronavírus e o reforço das medidas não afetarão a visita do Papa ao Iraque”.

O funcionário acrescentou não crer “que a visita se adie” devido à situação pandémica no Iraque, informando que “os trâmites para a preparação da visita continuam”, de acordo com a agência estatal iraquiana.

A menos de duas semanas da chegada do Papa a Bagdade, entraram em vigor novas restrições este fim de semana, entre as quais um recolher obrigatório total de sexta-feira a domingo e parcial nos restantes dias da semana.

Hoje, os novos casos de contágio atingiram os 3.200, o que compara com cerca de 700 no princípio do mês.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.453.070 mortos no mundo, resultantes de mais de 110,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Leia Também: AO MINUTO: “Salvação é o Estado, o SNS”. Mais 445 óbitos no Reino Unido