Início Mundo Prisão de Hasél. Barcelona em (violento) protesto pela terceira noite

Prisão de Hasél. Barcelona em (violento) protesto pela terceira noite

E, pela terceira noite consecutiva, a detenção do rapper Pablo Hasél levou manifestantes às ruas de Barcelona, em Espanha. Há dezenas de detidos e de feridos na sequência dos protestos que têm vindo a ocorrer esta semana, após o artista catalão se ter tornado um símbolo da liberdade de expressão para a extrema-esquerda espanhola.

Hasél, recorde-se, foi condenado por tweets em que insultava as forças de ordem espanholas e atacava a monarquia. A sua situação legal está a ter uma considerável atenção pública porque acontece no seguimento de uma série de outros artistas e personalidades dos meios de comunicação social que foram levados a julgamento por violarem a Lei de Segurança Pública espanhola de 2015, que foi promulgada pelo Governo anterior do Partido Popular (direita) e criticado por organizações de direitos humanos.

O atual executivo de coligação de esquerda de Espanha quer alterar o código penal do país para eliminar as penas de prisão por ofensas envolvendo a liberdade de expressão, especialmente quando se trata da forma de expressão artística.

Entretanto, o Unidas Podemos (extrema-esquerda), coligado ao Partido Socialista (PSOE) que lidera o atual Governo, já afirmou que vai trabalhar para conceder um indulto a Hasél.

Veja as imagens dos protestos na galeria acima.

Leia Também: ‘Rappers’ portugueses solidários com espanhol Pablo Hasél