Início Mundo ONU pede provas de vida da princesa Latifa aos Emirados Árabes Unidos

ONU pede provas de vida da princesa Latifa aos Emirados Árabes Unidos

Durante conferência de imprensa hoje, uma porta-voz da Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Liz Throssell, disse que o caso foi levantado na quinta-feira com a missão permanente dos Emirados Árabes Unidos (EAU) em Genebra.

“Expressamos a nossa preocupação com a situação, à luz dos vídeos perturbadores que surgiram esta semana. Solicitamos mais informações e esclarecimentos sobre a situação atual” da princesa Latifa, declarou a porta-voz.

“Pedimos prova de vida”, assegurou Liz Throssell.

Além disso, a porta-voz insistiu, dada a “grande preocupação” sobre o destino da princesa Latifa, que foi pedido que o Governo dos Emirados “faça da sua resposta uma questão prioritária.”

A princesa de 35 anos, filha de Mohammed bin Rashid al-Maktoum, governante do Dubai e primeiro-ministro dos Emirados Árabes Unidos, tentou sem sucesso escapar de barco desta cidade-estado do Golfo em 2018, antes de ser levada de volta ao país.

Os seus familiares transmitiram vídeos em que a jovem diz que está trancada numa “quinta transformada em prisão” com as janelas bloqueadas e vigiadas pela polícia.

Os familiares dizem que não tiveram mais notícias da princesa.

Na quarta-feira, o ministro dos Negócios Estrangeiros britânico, Dominic Raab, considerou preocupantes os vídeos divulgados pelos canais de televisão BBC e Sky News da princesa Latifa.

Em março de 2020, a justiça britânica determinou que o emir do Dubai ordenou o sequestro de duas de suas filhas, Latifa e Shamsa.

Com apenas 18 anos, Shamsa tentou fugir do pai em 2000, enquanto estava de férias na Inglaterra. Segundo o relato da irmã, Latifa, a jovem foi encontrada após dois meses de fuga, tendo sido “drogada”, levada de volta para o Dubai e “presa”.

A justiça britânica está ainda envolvida num processo entre o emir do Dubai e a princesa Haya, irmã do rei da Jordânia (Abdullah II), que fugiu para Londres em 2019, levando os seus dois filhos.

A princesa Haya, a sexta esposa de Mohammed bin Rashid al-Maktoum, casou-se com o emir em 2004.

Leia Também: ONG apelam à ONU para agir no caso da princesa Latifa “refém” no Dubai