Início Tecnologia NASA destaca sucesso da missão na viagem do ‘Perseverance’ até Marte

NASA destaca sucesso da missão na viagem do ‘Perseverance’ até Marte

 

“[Trabalhar na missão] consome-nos, torna-se parte de nós, de alguma maneira, ainda é difícil acreditar que acabámos. Ainda parece surreal (…). Temos de estar constantemente aterrorizados, temos de respeitá-lo, mas, ao mesmo, temos de acreditar que vamos conseguir, porque, de outro modo, nunca colocaríamos um ‘carro’ em Marte”, disse o Matt Wallace, gerente adjunto do projeto, em conferência de imprensa, transmitida em direto através da rede social YouTube e na página da NASA na internet.

Já Thomas Zurbuchen, administrador associado da Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço (NASA) não escondeu a emoção e disse que havia dois planos: o original e um de contingência, para o caso de a missão não correr como o esperado.

Depois, o responsável levantou-se e rasgou o plano de contingência, enaltecendo o momento “histórico” que foi a chegada do “Perseverance” (“Perseverança”) a Marte.

“Colocámos um representante da Terra numa zona que nunca foi vista”, destacou o diretor do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, Michael Watkins.

Questionada pelos jornalistas sobre quando é que é expectável que haja dados recolhidos pelos microfones do robô, Jennifer Trosper, gerente adjunta do projeto, disse que, apesar da aterragem bem-sucedida, o trabalho não parou e que as primeiras informações sobre a captação de som poderão estar disponíveis ao início da manhã de sexta-feira.

O robô “Perseverance”, da missão da NASA, aterrou hoje, pelas 20:56 de Lisboa, na superfície de Marte, para recolher amostras do solo e de outros elementos do planeta.

A aterragem do “Perseverance”, uma missão não tripulada da NASA, foi transmitida nas redes sociais Twitter e YouTube e também na página oficial da NASA na internet, desde as 19:15 em Lisboa.

As operações estiveram a ser coordenadas a partir do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, em La Cañada Flintridge, na Califórnia (Estados Unidos).

O sinal proveniente de Marte demorou pouco mais de dez minutos a chegar à Terra, ou seja, quando a equipa responsável pela coordenação da aterragem do “Perseverance” recebeu a informação de que o robô tinha aterrado, o aparelho já estaria há vários minutos no solo.

A aterragem foi na cratera de Jezero.

A entrada na atmosfera de Marte ocorreu às 20:48 em Lisboa e foi o ponto sete de uma lista com mais de 35 requisitos imprescindíveis para que a aterragem ocorresse sem quaisquer problemas e que estava a ser monitorizada ao segundo.

A fase final do processo demorou cerca de sete minutos.

O momento da aterragem foi aplaudido pela equipa que dirigiu as operações.

As amostras recolhidas não deverão chegar à Terra antes do início da próxima década.