Início Notícias Joel Rocha assume Benfica pronto a vencer húngaros na Champions

Joel Rocha assume Benfica pronto a vencer húngaros na Champions

Joel Rocha, que falava à Benfica TV, em antevisão ao encontro com os húngaros, mostrou-se satisfeito por voltar a jogar na Luz para a ‘champions’, algo que não acontece desde a temporada 2009/10 [os jogos dos grupos, das eliminatórias e da ‘final-four’ realizam-se em pavilhões designados pela UEFA e nesse ano o Pavilhão n.º 1 do Estádio da Luz recebeu o Grupo B da 3.ª Ronda de Elite], época em que se sagrou vencedor da competição.

“Se, há 11 anos, o Benfica escreveu história, hoje, nós temos o privilégio de reescrever a história nesta competição. Que sejamos capazes de colocar em campo toda a nossa ambição, comprometimento e qualidade. Acredito que o Benfica é mais forte do ponto de vista individual e coletivo, mas também sabemos que nos jogos a eliminar nem sempre quem é mais forte acaba por ser o vencedor”, afiançou.

Para Joel Rocha, o facto de ser um jogo a eliminar reveste-se de caraterísticas diferentes.

“É um jogo a eliminar, que é diferente de um jogo a pontuar. Tem a sua própria história. É um jogo onde tudo se vai decidir, mas não deixa de ser um jogo. E nós estamos prontos, estamos preparados. Estamos a encarar este jogo com enormíssima ambição. Conhecemos o nosso adversário, que, certamente, também nos conhece”, garantiu.

O primeiro passo é vencer o Berettyoujfalu e só depois os ‘encarnados’ se concentrarão na outra fase da Liga dos Campeões.

“O objetivo é bem claro: um Benfica muito fiel à sua identidade, àquilo que tem sido a sua imagem e o seu ADN nesta época. Uma equipa feliz, alegre, muito solidária, muito comprometida, com uma forte mentalidade competitiva, e que consigamos vencer, festejar essa vitória que garante a passagem à ‘final eight’ e depois, cada dia por si, pensaremos num futuro próximo”, concluiu.

Por sua vez, Fábio Cecílio reconhece algumas semelhanças entre o Berettyoujfalu e o Benfica, contudo, isso não lhe retira a ambição de vencer os húngaros.

“É uma equipa que também está habituada a ganhar, como nós. Sabemos que tem jogadores internacionais, tecnicamente evoluídos, e cabe-nos fazer o nosso trabalho e conquistar a vitória, que é o nosso principal objetivo”, referindo-se ao ala brasileiro Diece, que representou o Benfica entre 2010 e 2013.

O Benfica recebe este sábado, às 19:00, o Berettyoujfalu, em jogo dos oitavos de final da Liga do Campeões de futsal.