Início Mundo Covid-19. África com mais 454 mortos e 13.140 infetados nas últimas 24h

Covid-19. África com mais 454 mortos e 13.140 infetados nas últimas 24h

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número total de infetados nos 55 Estados-membros da organização é de 3.796.354 e o de recuperados nas últimas 24 horas é de 13.772, para um total de 3.346.404 desde o início da pandemia.

A África Austral continua a ser região mais afetada, ultrapassou hoje os 1,8 milhões de infetados (1.800.047), e regista 54.709 mortos por contágio com a doença. Nesta região, a África do Sul, o país mais atingido pela covid-19 no continente, regista 1.498.766 casos e 48.708 mortes.

O Norte de África é a segunda zona mais atingida pela pandemia, com 1.139.569 infetados e 31.862 vítimas mortais.

A África Oriental contabiliza 386.792 infeções e 7.297 mortos, enquanto na África Ocidental o número de infeções é de 371.908 e o de mortes ascende a 4.707.

A África Central tem 98.038 casos e 1.719 óbitos.

O Egito, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, regista 10.201 mortes e 176.333 infetados, seguindo-se Marrocos, com 8.524 vítimas mortais e 480.066 casos.

Entre os países mais afetados estão também a Tunísia, com 7.684 óbitos e 226.015 casos, a Argélia, com 2.952 mortos e 111.326 infetados, e a Etiópia, com 2.249 vítimas mortais e 150.179 infeções.

Em relação aos países de língua oficial portuguesa, Moçambique regista 571 mortes e 53.527 casos, seguindo-se Angola (498 óbitos e 20.454 casos de infeção), Cabo Verde (142 mortos e 14.885 casos), Guiné Equatorial (88 óbitos e 5.747 casos), Guiné-Bissau (46 mortos e 3.025 casos) e São Tomé e Príncipe (20 mortos e 1.535 casos).

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro de 2020, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.430.693 mortos no mundo, resultantes de mais de 109,8 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Leia Também: AO MINUTO: Nova variante no Japão; Proibido circular entre concelhos